sisoNão tem jeito, uma hora um dos quatro sisos irá reclamar por estar no final da arcada dentária. Os sisos são chamados de dentes do juízo, pois só nascem no período da adolescência. Dessa forma, a sabedoria popular diz que quando um siso aponta é porque o jovem “criou juízo”.

Bom, tirando as crendices e folclores, é bem verdade que os sisos são dentes quase que totalmente dispensáveis. Afinal, o individuo passa toda sua infância sem ele. E sua ausência não compromete as funções bucais. E por estar no finalzinho das mandíbulas é muito comum que esses dentes nasçam irregulares, causando desconforto e dores.

Só com extração

Inflamação nas gengivas é comum, pois pela posição fora do alinhamento muitas vezes faz com que resíduos de alimentos se depositem entre os dentes. E por estarem em uma posição de difícil escovação e passagem do fio dental, muitas vezes acabam tendo uma higienização ineficaz.

Outro problema comum causado pelo siso é que ele pressiona os demais dentes. Quando isso ocorre o paciente sente muita dor. Nesses casos, a solução é remover o bendito. No entanto, os dentistas recomendam que quando se extrai um siso é preciso retirar os demais para não desalinhar as mandíbulas, o que pode comprometer as funções bucais. Dessa forma, caso um siso comece a incomodar, procure seu clínico geral para uma avaliação.